Oi gente,

Assim como todo projeto, esse também precisa de um bom planejamento para dar certo, nesse post eu quero explicar direitinho como você poderia iniciar com o pé direito.

Primeiro para ter sucesso com o seu objetivo você precisa planejar a sua alimentação e os seus exercícios, durante a minha Reeducação Alimentar eu anotei alguns pontos importante que me ajudaram a alcançar o sucesso e vou passar para vocês.

O prato ideal da Reeducação Alimentar é esse da foto abaixo onde você também poderá ver um vídeo onde explico em como montar o seu prato ideal, (ver aqui), talvez você já tenha visto.

20131002-195439.jpg

Receitas em Vídeo! Inscreva-se aqui >>

Antes de começar o seu plano você precisa seguir alguns conceitos básicos que lhe ajudaram nesse etapa.

Todas as noites antes de ir dormir, você precisa saber o que pretende comer no dia seguinte, claro que para funcionar você precisar se dedicar um tampinha pensando e planejando, mas vale a pena.

Por exemplo: eu sempre faço (até hoje) uma lista de compras antes de ir no supermercado, assim eu sei exatamente o que comprar e para quantos dias, sem ter que cair em tentações, guloseimas, biscoitos e doces, evito comprar e apenas aceito se alguém oferecer.

Frutas eu já deixava lavadas, e verduras lavadas dentro de sacolas plásticas próprias para guardar na geladeira, deixei carnes temperadas durante a noite marinando para pegar o sabor (às congelava também), e no lugar de doces comprei frutas secas, como uva passa, ameixa, damasco e até manga, e isso já fez uma grande diferença, agora é a sua vez, vamos para os passos.

Projeto Emagrecer Certo Dicas Infalíveis

Plano 1 – Pense apenas no seu sucesso.

Ao invés de pensar em contar calorias nós próximos dias, vamos ao que interessa, cores, variedade e produtos frescos. Vamos focar em comer refeições saudáveis que amamos, fáceis de fazer e que tenha alimentos frescos, assim, sua alimentação se tornará saudável e deliciosa, claro. 😉

Comece a sua mudança devagar, não adiantar tentar mudar da noite para o dia, se você tentar mudar radicalmente, vai acabar desviando do seu caminho, todo dia adote um novo hábito saudável, coloque uma verdura nova, uma salgadinho extra, colorida e saborosa.

Você não precisa ser perfeita (o), e muito menos eliminar todas as comidas que você gosta, a única coisa que você precisa durante a sua Reeducação Alimentar é fazer escolhas saudável.

Plano 2 – Coma com moderação.

Quando você elimina certos tipos de alimentos, você começa a pensar mais nelas, isso é fato! E no final você vai acabar procurando comê-las, para evitar que isso aconteça apenas reduza a porções inicialmente nos primeiros dias, vá reduzindo aos poucos até não sentir mais falta.

Quando você for em restaurantes, reduzam as porções de seu prato, adicione mais hortaliças e vegetais para se sentir mais satisfeita (o), as porções ideais de carne, peixe ou frango deveria ser do tamanho da palma de sua mão (mão fechada sem considerar os dedos), a fatia de pão deveria ser do tamanho de um CD, e arroz, macarrão ou purê de batata deveria ser do tamanho de uma lâmpada.

Plano 3 – Não é o que você come, mas como você come.

– Evite comer na frente da TV ou computador, isso geralmente causa comer acima do limites em perceber.
– Mastigue a sua comida, especialistas indicam pelo menos 32 vezes, é meio difícil ficar contando toda vez a mastigação, mas no começo vale a pena observar apenas para ver se você mastiga menos do que realmente deveria.
– Observe o seu corpo, toda vez que você achar que estar com fome mesmo após ter comido 30 minutos antes, beba um copo de água, pois muitas vezes a mente confunde sede com a fome.
– Tenha o café-da-manhã e pequenas refeições durante o dia, o café da manhã é importante para ativar o metabolismo, e o mesmo para as pequenas refeições, tente manter a regra das 3 em 3 horas. 😉
– Evite comer a noite, a refeição da noite também é importante porém muitas vezes comemos mais do que realmente deveríamos, mantenha uma refeição mais leve a noite.

Plano 4 – Mantenha um arco-íris no seu prato.

Frutas, verduras, legumes, hortaliças, enfim, aquilo que vem da natureza de forma natural geralmente são baixo em calorias e cheios de nutrientes, vitaminas, antioxidantes e fibras. 😉 Alface, couve, brócolis, repolho, são apenas alguns dos que contem cálcio, magnésio, ferro, vitaminas A, C, E, K, que são essenciais para o nosso organismo. Aliás “um corpo bem nutrido, não é um corpo faminto”, nem sempre comer é sinal de nutrientes.

Verduras meio doces podem lhe ajudar a controlar o desejo por doces, como por exemplo, cenoura, beterraba, batata-doce.

Plano 5 – Opte por carboidratos saudáveis.

Se você costuma consumir carboidratos então tente optar pelos saudáveis, ou seja, integrais ou naturais (batata-doce, mandioca/macaxeira…etc) e evite os carboidratos refinados que são encontrados nos bolos, tortas, doces industrializados, etc.

Se você for optar por pão integral, observe nos ingredientes se é realmente o que dizem, pois muitos fabricantes colocam apenas farinha refinada misturada com um pouco da integral ou alguns grãos e já se acham integrais, mas na verdade, um pão integral precisa contem apenas farinha integral.

Plano 6 – Opte por gorduras boas e evite a ruim.

Isso parece óbvio né? Mas vale relembrar, as gorduras boas são aquelas encontradas nos peixes, castanhas, sementes, abacate, óleos frios e etc. São classificadas em monosaturadas e polinsaturadas que são essenciais para o bom funcionamento do cérebro e combatem o colesterol ruim.

Já as gorduras ruins são classificadas em saturadas e trans, as saturadas não são tão ruins quanto as trans, pois vem de origem animal de em alguns casos pode afetar pessoas com colesterol alto (ex. gema do ovo), porém podemos consumir com moderação e evitar o excesso. As gorduras trans por outro lado, são encontrados em produtos industrializados como margarinas, biscoitos, cookies, doces, frituras, e outras comidas processadas, essa deveria ser evitada.

Plano 7 – Coloque a proteína em perspectiva

Teste incluir diferente tipos de proteínas, animal e vegetal, como por exemplo, peixe, frango, carne, ovos, peru, leite, castanhas como amêndoas, pistache, avelãs, outras e proteínas de soja como tofu.

Evite o consumo excessivo de proteínas, muitas pessoas focam muito em consumir proteína nessas dietas restritas, mas tente balancear suas refeições com hortaliças, vegetais ou legumes, carboidratos saudáveis e proteínas.

Plano 8 – Limite o consumo de sal e açúcar.

O açúcar causa o nível de energia subir e descer rapidamente e pode causar problemas de saúde (como diabetes) e de sobrepeso (como obesidade), observe que o açúcar não está apenas m coisas doces, mas em muitos alimentos industrializados como “molho de tomate” e “sopas de pacote”. Não é para cortar completamente o açúcar, mas tente manter um limite saudável evitando o consumo excessivo.

Então esses são os planos inicias para serem adotadas durante o seu projeto, não esqueça de se inscrever AQUI, e inscreva-se também no Curso Gratuito de Reeducação Alimentar AQUI.

Até o próximo post!

Beijinhus. 😉

Conheça também o canal Emagrecer Certo no Youtube, já somos mais de 250 mil! 😉
Procurando por Receitas Funcionais? Confira meus e-books e apostilas, CLIQUE AQUI.

Leia também

19 ComentáriosDeixe um comentário

Comente aqui :)

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.